sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Vai ver em outra vida fui um girassol...

"Vai ver em outra vida fui um girassol..."
Me ocorreu esse pensamente hoje de manhã durante o caminho do trabalho quando, propositalmente, me sentei no lado do sol para ver e sentir seu calor e luz se espalhando pela cidade.

A sensação do sol da manhã invadindo a cidade enquanto a lua ainda ocupa lugar no céu, esse espetáculo de ver a luz solar atravessando vidros de ônibus e metrôs, tocando os corpos, queimando o rosto é a minha mais recente descoberta. A dádiva dessa luz e calor específicos é distribuída apenas entre os madrugadores. No espaço entre os trópicos de Câncer e Capricórnio as sete da manhã já é tarde demais para senti-la.

Outra dadiva, e essa eu conheço de longa data, é a luz e o calor do entardecer. Para mim, o entardecer é a hora mais magica do dia. O sol se despede daqui enquanto se apresenta logo ali, do outro lado do mundo, e no processo distribui pelo céu azul mil tons vibrantes de vermelho. Cada entardecer é um espetáculo diferente.

O mais impressionante por do sol já testemunhado por mim aconteceu em Teresina, foi o maior e mais significativo prêmio por suportar o calor causticante do Piauí, permanece sendo inesquecível. Porém, o de Recife é o mais familiar, tem qualquer coisa de lar nele.


O por do Sol de Recife banha a mim e minha mitologia. Toda minha vida escolar ocorreu a tarde, trabalho há anos no período da tarde, assim ele é sinônimo de volta ao lar. Enquanto o sol se põe eu largo as roupas e armaduras de enfrentar a vida e me entrego ao devaneio.

Quando me é possível a escolha, me viro para o entardecer e sinto essa cor invadir meus olhos, o calor preenche meu corpo inteiro. Se, por algum milagre, ou inspiração divina, tocar em algum radio a "Ave Maria" de Franz Schubert me transforo toda em girassol e vou para em um campo infinito.

5 comentários:

  1. Que lindo! E como tu, adoro o sol e também adoro a hora mágica do dia...Sempre que posso a clico...bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Jaci, post lindo que a gente lê com um sorriso. Eu sou uma pessoa da noite, produzo mais e melhor a noite, então tenho com o escuro uma relação de companheirismo já de anos.
    Enfim, adorei seu texto. Dois abraços

    ResponderExcluir
  3. eu penso isso tb. será q éramos vizinhas? hahahahaha. lindas imagens. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Lindimais esse post Jaci!! Como é energizante essa luz... girassol é uma planta sábia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Pandora! Que texto lindo e aconchegante. Eu me senti como se estivesse com você no sol. Eu acho que tem mesmo algo de mágico no amanhecer e no entardecer. O entardecer me leva para a minha infância, passada muito tempo ao ar livre.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir